DO SONHO À REALIDADE

Aos 25 anos, Italo Ferreira conquistou uma façanha inesquecível no North Shore de Oahu, Havaí. O potiguar de Baía Formosa escreveu seu nome na história do surf mundial ao vencer uma final histórica contra Gabriel Medina em Pipeline.

Além de se tornar o terceiro brasileiro a erguer a taça de campeão do mundo, Italo é o primeiro nordestino nesta badalada galeria da World Surf League.

Sobre Italo Ferreira

Italo Ferreira (Baía Formosa-RN, 6 de maio de 1994) é um surfista profissional brasileiro que está no World Tour desde 2015. Em 2019, sagrou-se campeão do maior circuito do surf mundial. Venceu a grande final da última etapa, em Pipeline, no Hawaii, contra o bicampeão Gabriel Medina, tornando-se o terceiro brasileiro a conquistar o título. Também é o primeiro surfista a obter, numa mesma temporada, os títulos da World Surf League e International Surfing Association na categoria masculina. Italo será um dos representantes do Brasil na histórica estreia do surf nos Jogos Olímpicos, em Tóquio, Japão.

O título mundial

O dia 19 de dezembro de 2019 entrou na história do World Surf League Championship Tour, com uma final brasileira decidindo o título mundial no maior palco do esporte no Havaí e o novo campeão é Italo Ferreira. O potiguar surfou os melhores tubos para vencer Gabriel Medina na bateria que fechou a temporada 2019, com um show brasileiro em Pipeline e Backdoor. O Brasil se tornou tetracampeão mundial e o troféu de melhor surfista do mundo, pela primeira vez, foi para a Região Nordeste do país, para Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, junto com o de campeão do Billabong Pipe Masters em homenagem ao lendário havaiano Andy Irons.

Clique aqui para ver a biografia de Italo Ferreira. Visite também a página do atleta no site da World Surf League (WSL).